Em busca da serenidade


Muitas vezes nos meus momentos livres, desligo as tecnologias  e sento-me tranquilamente no meu zafu, no meu cantinho especial.

Ao som de música suave e do tranquilizante cheiro de incenso, abro o livro que sempre me acompanha e entro na história escrita naquelas páginas. 

Deixo o tempo passar sem  controle nem preocupação e muitas vezes dou por mim a fechar o livro, a concentrar-me na respiração e a deixar fluir.

Presente no momento, afastando pensamentos e preocupações consigo entrar num estado de calma e tranquilizar a mente.
Quando termino sinto-me em paz, calma e com energia!

Na vida, o tempo nem sempre importa!

Comentários