Amizade de Amigos ou amigos?

Cheguei a uma triste realidade: as amizades passaram a ser contabilizadas pelo numero de redes sociais e pelos posts, comentários, gostos e tudo o que mais por lá se faz.
As pessoas sentem falta de consideração quando não o fazemos, quando não estamos de nariz em cima do telemóvel a interagir constantemente.
Quanto a mim, há muito que só o faço pontualmente e nos poucos períodos inúteis, aqueles em que nada de melhor haja para fazer e assim tenho deixado "fugir" as amizades.

Muito se diz "As vezes temos de abanar a árvore das amizades para que caiam as que já não estão presas" e para isso as redes sociais são do melhor.

Se for  isso que acontece então cada vez mais vou-me dar atenção, mimar-me, mimar a família e ler, escrever, sair, correr...tudo o que me apetecer e que ajude o meu bem estar e sossego.

Que fiquem as melhores amizades, as que sabem que eu estou cá, que sabem onde moro e o meu número de telefone.

As que se preocupam realmente em alimentar a amizade de coração e não a das teclas.
Por essas tudo vale a pena!

E viva o ar livre, a natureza, os livros e a família,
Vivam os amigos de "A"




Comentários